A análise termográfica é uma ótima maneira de detectar problemas nos equipamentos antes que eles causem sua falha total. Por meio do uso de uma câmera infravermelha, é possível estimar a temperatura e produzir o mapa térmico da superfície do objeto para detectar anomalias.

Essa técnica é aplicável a qualquer setor, tanto na indústria quanto na construção. Com ela, é possível identificar preventivamente anomalias relacionadas a mau funcionamento de instalações e perdas térmicas em tempo hábil.

Mas se você ainda tem dúvidas sobre como a análise termográfica funciona e quais os benefícios de implantá-la no seu programa de manutenção, abaixo explicamos tudo que você precisa sobre ela! Acompanhe conosco:

O que é a análise termográfica

A maioria das falhas em equipamentos — sejam elas elétricas, mecânicas, de processo ou eletrônicas — é sinalizada por um aumento significativo na temperatura de operação muito antes de ocorrer a falha em si.

A análise termográfica pode detectar padrões de calor no espectro de comprimento de onda infravermelho, gerados pelo equipamento em funcionamento, que não são visíveis a olho nu. Esses padrões de calor podem ajudar a identificar componentes em deterioração antes que eles falhem.

Em outras palavras, a análise termográfica é a ciência de detectar a energia infravermelha emitida por um objeto, convertendo-a em temperatura aparente e exibindo o resultado como uma imagem infravermelha. Mas como exatamente esse processo é realizado?

Como é realizada a análise termográfica

A análise termográfica usa uma câmera infravermelha para capturar imagens térmicas sem fazer contato direto com o equipamento avaliado.

Isso significa que você pode coletar informações térmicas da máquina a uma distância segura e ter uma melhor chance de ver anomalias de temperatura sob condições normais de operação.

As câmeras infravermelhas mais populares (também conhecidas como termovisores) capturam imagens térmicas radiométricas que contêm medições de temperatura aparente para cada pixel dentro da imagem.

Com essa capacidade, você pode identificar uma anomalia e, em seguida, detalhar as temperaturas aparentes dos pontos em questão para evitar a repetitividade de ocorrências.

Onde essa técnica é aplicada

As aplicações para a termografia incluem a localização de conexões elétricas frouxas, transformadores com falha, lubrificação incorreta da bucha e do rolamento, motores ou bombas sobrecarregados, desalinhamento do acoplamento e outras aplicações em que uma mudança de temperatura indicará uma condição indesejável.

Como falhas elétricas típicas ocorrem quando há um aumento de temperatura acima de 50°C, os problemas podem ser detectados bem antes de uma falha.

Técnicas de infravermelho também podem ser usadas na construção para detectar o adelgaçamento de estruturas, uma vez que áreas com diferentes massas vão absorver e irradiar calor a taxas diferentes.

Em materiais relativamente finos e termicamente condutores, o calor será conduzido para longe da superfície mais rapidamente por regiões mais espessas.

Aquecendo a superfície e monitorando suas características de resfriamento, um mapa de espessura pode ser produzido. Áreas finas podem ser o resultado de danos por corrosão na parte de trás de uma estrutura que normalmente não é visível.

Os benefícios da análise termográfica

A natureza sem contato da análise termográfica a torna ideal para uma ampla gama de aplicações onde os componentes estão em movimento, muito quentes, perigosos para contato, difíceis de alcançar, impossíveis de serem desligados, ou podem ser contaminados ou danificados por contato.

Câmeras de infravermelho também são muito úteis na detecção de problemas relacionados à energia ou à umidade em uma planta de construção.

Diferente dos antigos termovisores que eram grandes, muito caros, difíceis de usar, lentos na aquisição de dados e com má resolução de imagem, a tecnologia evoluiu para produzir câmeras compactas e ergonômicas. Fáceis e rápidas de usar, elas são muito mais acessíveis e fornecem imagens de alta resolução.

A velocidade e a conveniência das câmeras de infravermelho atuais permitem que você realize inspeções com mais rapidez e encontre problemas em áreas que, de outra forma, poderiam ser ignoradas.

Contudo, a análise termográfica deve ser realizada por técnicos que entendem do assunto e saibam ler o mapa térmico gerado nas imagens. Por isso, contar com um parceiro como a MMTec é a melhor opção.

Solicite uma avaliação gratuita dos seus equipamentos agora mesmo!

APROVEITE E BAIXE O NOSSO E-BOOK GRATUITO!!

Pin It on Pinterest