Uma boa gestão de manutenção, independentemente do setor de atuação da empresa, passa por um controle de estoque eficaz e organizado, tarefa que requer atenção, disciplina e organização.

Monitorar e planejar o estoque não traz apenas uma maior otimização no dia a dia. Permite também que os funcionários, a partir de uma visão mais distanciada, analisem quais as peças que têm mais saída, quais setores fazem pedidos recorrentes, entre outras questões.

Dessa forma, a partir do controle de estoque, é possível obter insights e análises mais aprofundadas sobre o dia a dia produtivo dentro da empresa. Em termos de segurança, o controle de estoque também é fundamental.

Manter tudo planilhado e organizado permite que todos os ativos do estoque estejam sempre sob consulta e monitorados, já que o investimento em peças e estruturas de reposição representa um grande impacto no orçamento de boa parte das empresas.

Neste texto vamos falar mais sobre como otimizar a gestão de estoque pode beneficiar a rotina de um programa de manutenção preditiva. Siga na leitura para descobrir!

ERP: caminho para uma gestão dinâmica e integrada

ERP (Enterprise Resourcing Planning), ou Planejamento de Recursos da Empresa, é um sistema de gestão empresarial.

Pode se apresentar sob diversos formatos e com diferentes finalidades, mas o método é comum: apostar numa gestão mais integrada e facilitada através da tecnologia.

Enquanto um software estritamente usado em ambiente corporativo, o ERP ajuda as empresas a terem o controle total das operações, integrando informações, dados e recursos para uma gestão mais unificada.

Além de automatizar uma série de atividades, com base na plataforma, e simplificar processos operacionais internos da empresa, o ERP agrega inteligência e qualidade para as informações, uma vez que integra diversos dados e visões, proporcionando maior assertividade na hora da tomada de decisão.

Aplicado ao controle de estoque, o ERP pode oferecer uma gestão mais integrada, contribuindo para maior eficiência na hora de responder aos pedidos e movimentações do dia a dia. Dependendo das demandas e prioridades, computar todas as informações sem um sistema automatizado pode representar um grande desafio.

O controle mais amplo, a segurança reforçada a e qualidade das informações ajuda a tornar a empresa mais competitiva. Tendo isso em vista, o retorno sobre o investimento referente à contratação de um ERP acontece em médio prazo em alguns casos. Tudo depende da complexidade da solução e de sua aplicação.

Controle de estoque e manutenção preditiva

Não é apenas na manutenção corretiva que o controle de estoque tem papel importante. Em programas de manutenção preditiva, que tratam de prevenir a ocorrência antes que ela aconteça, o estoque também pode ser acionado.

Dependendo do nível de desgaste apresentado pela peça, é possível que até permaneça em estoque para eventuais reparos e reposições. Contudo, é sempre necessário analisar se a peça, ainda que desgastada, não apresenta nenhuma avaria que comprometa seu funcionamento e o desempenho de todo o sistema.

Estar em dia com o estoque de peças facilita todo o intercâmbio do dia a dia de trabalho, além de reduzir os custos com armazenagem e o risco de perdas por deterioração dos materiais. Monitorar tudo de perto, em tempo real, e com análises qualificadas, de fato, é um fator diferencial.

A gestão do estoque tem influencia direta na elaboração dos planos de manutenção da empresa. Neste artigo mostramos como manter uma gestão eficaz do controle de estoque para, dessa forma, facilitar o desenrolar das rotinas de manutenção dentro da sua empresa.

Se você quiser obter outras informações importantes sobre manutenção preditiva, siga as novidades do nosso blog e fique por dentro das principais novidades e tendências acerca da gestão de manutenção. Ou solicite um orçamento agora mesmo!

Open

Solicite um Orçamento