Uma pesquisa organizada pelo Sesi entre 2015 e 2016 mostrou que 71% das empresas entrevistadas mostraram extrema preocupação com a saúde e a segurança dos trabalhadores.

Contudo, a segurança no trabalho ainda não é unanimidade, apesar de vigorar como lei. Dados do Ministério do Trabalho mostraram que o número de acidentes de trabalho a cada 100 mil habitantes caiu cerca de 17% entre 2007 e 2013 – de 1.378 para 1.142.

Saiba: grande parte dos acidentes que acontecem no trabalho, sobretudo na indústria (a alimentícia é uma das que lidera o número de ocorrências), poderia ser evitada com uma manutenção rigorosa dos sistemas e maquinários. Não a toa um plano de manutenção bem elaborado vale cada centavo!

Manutenção em dia é a melhor proteção!

Investir para que as máquinas funcionem em sua plenitude não contribui só para os objetivos da empresa, com a produtividade levada ao máximo, mas também garante a segurança do trabalhador. O mau funcionamento de máquinas, muitas vezes, induz a manutenção fora de hora, o que pode provocar acidentes.

Estratégias de manutenção preditiva, por exemplo, podem fazer com que a taxa de ocorrências caia drasticamente, uma vez que as máquinas são vistoriadas com frequência, qualquer problema é reparado e os riscos minimizados para o trabalhador. É nessa hora que a organização de um checklist pode ajudar!

Assim, é possível definir prioridades e estabelecer um plano de ações, o que elimina ações urgentes, diminui o número de paradas da produção e repetição de trabalho. Tudo passa a ser organizado com um planejamento prévio, de forma que o fluxo da produção não sofra drásticas mudanças no período da manutenção. Sem prejuízos para o trabalhador e nem para o gestor de todo o sistema.

Com equipamentos em pleno funcionamento, engrenagens e sistemas devidamente revisados, a segurança do trabalhador fica resguardada. O planejamento de manutenção, aqui, também deve ser aliado à distribuição de ferramentas e equipamentos para os trabalhadores, de acordo com as normas de segurança previstas.

Não só a lida diária com o maquinário, como a manutenção de qualidade, deve ser realizada seguindo os padrões de segurança. Tudo deve ser corretamente desligado e desativado, uma vez que os reparos serão feitos, todo o sistema precisa estar inativo para a segurança do operador e também para não danificar a máquina.

O planejamento de manutenção e o cuidado com a segurança do trabalhador também estão diretamente ligados com a administração dos custos dentro das empresas. Afinal, equilibrar custos com manutenção e ter de lidar com o ônus ligado aos trabalhadores lesados em virtude do trabalho é uma tarefa praticamente insustentável.

Os benefícios da manutenção preditiva

Manter a manutenção em dia traz benefícios não só para a empresa, mas sobretudo para a saúde e segurança dos trabalhadores.

  • Máquinas a todo vapor garantem lucratividade da empresa;
  • Funcionamento alinhado leva ao ápice da produtividade;
  • Revisões constantes maximizam a vida útil dos sistemas;
  • Engrenagens funcionando corretamente garantem a perfeita ação da máquina e a segurança do trabalhador na manipulação do equipamento;
  • Redução de custos devido ao bom funcionamento do maquinário e a baixa ocorrência de acidentes de trabalho.

Lembre-se: um bom plano de manutenção é essencial no sentido de minimizar os acidentes de trabalho e aproveitar ao máximo a capacidade que os sistemas têm a oferecer em termos de produtividade no trabalho.

A tarefa de elaborar um plano de manutenção não tem receita própria. Cada caso é particular e deve ser analisado com cautela. A gestão da manutenção pode ser realizada por uma equipe interna, delegada pelo setor estratégico da empresa, ou de forma externa, com a ajuda de especialistas.

A MMTec oferece, desde 2002, soluções personalizadas para a manutenção industrial com base em diversos métodos de análise. Fale com nossos especialistas e faça um orçamento!

Pin It on Pinterest

Open

Solicite um Orçamento