Redução de custos e aumento da produtividade. Estão aí duas das principais metas de qualquer empresa que deseja manter seu lugar de destaque no mercado.

Adotar planos de manutenção preditiva para cuidar das engrenagens e maquinários, por exemplo, é uma medida essencial para evitar paradas repentinas na produção que possam abalar os negócios.

Interromper subitamente o fluxo de produção por conta de uma falha de máquina, invariavelmente, vai representar prejuízos à empresa: seja na entrega do produto ou serviço, nos gastos com manutenção e reparação das falhas – que podem culminar até na troca do equipamento.

Nesse cenário, engrenagens são muito comuns nos equipamentos e precisam estar funcionando de modo correto. Siga na leitura e saiba porque os cuidados com as engrenagens são tão importantes.

Qual a função das engrenagens?

Tecnicamente, as engrenagens são elementos rotativos que compõem o sistema de uma máquina. Elas executam um movimento periódico, de acordo com a frequência de engrenamento determinada, tendo papel fundamental nos sistemas de transmissão de potência.

Composta, em geral por rodas dentadas, a engrenagem pode ter diferentes formatos: cônica, cilíndrica, sem fim, entre outros. Sua ação precede do atrito de seus dentes com outra engrenagem. Trata-se de um conjunto indispensável ao funcionamento de qualquer máquina ou dispositivo mecânico.

Grande parte das falhas em engrenagens são geradas a partir de imperfeições no contato entre os dentes do conjunto de engrenagens. O desgaste e as forças que atuam no sistema podem danificar as engrenagens, comprometendo o apoio de todo o sistema.

Dentes retos ou helicoidais: entenda as diferenças

As engrenagens podem ser encontradas sob diversas formas: cônicas, cilíndricas, com rosca sem fim ou não, planetária, cremalheira, entre outras.

Aqui, porém, vamos falar dos formatos dos dentes – e seus respectivos usos. Os helicoidais, por exemplo, são caracterizados por reduzirem ao máximo barulhos e ruídos e são comumente usados em transmissões cujas rotações são elevadas.

Já os dentes retos são modelos mais comuns. Têm um menor custo comparado a outros modelos e podem ser utilizadas para transmissões que necessitam alterar a posição das engrenagens. É ideal para projetos que desejam distribuir a potência de forma mais homogênea.

Os problemas mecânicos resultantes das falhas em engrenagens podem colocar em risco toda a produção.

Uma vez que existe algum problema, a máquina deve passar a apresentar comportamento defeituoso, que pode ser percebido através de ruído em comum, parada completa nas atividades ou falha em algum ponto da atividade relacionada à produção.

A missão de combater as falhas

O alinhamento mecânico, por exemplo, é um dos serviços que podem ser realizados para corrigir o desgaste decorrente do tempo de uso da máquina.

Manter o alinhamento dos equipamentos reduz os custos operacionais porque o  desalinhamento é um dos principais motivos de dano às peças e engrenagens rotativas de máquinas.

O procedimento tem por objetivo deixar as faces do acoplamento sempre com a mesma distância, em qualquer ponto e no mesmo plano. Isso garante o bom funcionamento dos equipamentos.

Mas antes de corrigir um problema, deve-se pensar em prevenir qualquer eventualidade. Em se tratando de manutenção preditiva, o método de análise de vibração pode ser determinante para diagnosticar potenciais riscos ou incidência de falhas nas máquinas – entre eles problemas nas engrenagens.

O funcionamento normal de qualquer máquina acaba produzindo vibrações que, com o passar do tempo, podem gerar desgaste na estrutura do equipamento.

Por isso, utilizar técnicas de manutenção preditiva, como a análise de vibração, para monitorar essas vibrações é uma excelente solução para acompanhar o estado de deterioração das engrenagens – e das máquinas em geral.

Ao detectar algum tipo de problema é possível agir, substituindo as engrenagens defeituosas, por exemplo, antes que elas impeçam o funcionamento do equipamento, levando a paradas imprevistas que sempre ocasionam problemas para a organização.

Como podemos notar, a manutenção preditiva, através da análise de vibração, é muito eficaz para detectar problemas em engrenagens e, assim, evitar gastos desnecessários.

Uma rotina de inspeção e monitoramento colabora com o aumento da vida útil e a conservação dos equipamentos, o que impacta diretamente na redução de gastos e no estímulo a uma maior produtividade – uma vez que as paradas repentinas são reduzidas.

A MMTec tem vasta experiência no mercado, contando com profissionais especializados, tecnologia de ponta e soluções criativas para propor a melhor alternativa para sua empresa. Veja aqui o que é preciso levar em consideração na hora de contratar um parceiro de confiança.

Aproveite também para fazer um diagnóstico gratuito e saber qual a situação da sua empresa em termos de manutenção preditiva. Simule agora!

 

Open

Solicite um Orçamento