Pensando nas diferentes modalidades de gestão de cuidados em uma empresa, como a manutenção preditiva e a manutenção preventiva, podemos avaliar que o planejamento é uma etapa determinante para a implementação delas, independentemente de qual seja.

Isso porque o processo de verificação antecipada de problemas é algo que só vem a partir de uma ampla análise do maquinário, verificando a sua alta performance, inicialmente, para compreender o melhor momento para ajustar ou substituir algum componente.

E, se você está pensando em trabalhar mais com essa cuidadosa gestão em sua empresa, confira, neste artigo, como montar um eficiente plano de manutenção preventiva!

Por que elaborar um plano de manutenção preventiva?

Vamos começar pelo básico: um plano de manutenção preventiva nada mais é do que um documento — ou uma série deles — que mantenha em registro as atividades que serão realizadas durante o procedimento, bem como a sua periodicidade, materiais e peças de cada equipamento que serão avaliados e os responsáveis pela atividade.

Parece muita coisa? Até pode ser, mas esse processo é determinante para garantir mais confiabilidade ao serviço e qualidade em sua manutenção preventiva ou mesmo para a manutenção preditiva.

E vale ter em mente que a parte bruta de um plano de manutenção preventiva consiste nessa extensa missão poucas vezes. Afinal, uma vez que os dados estejam devidamente registrados, basta segui-los e utilizar cada um deles como parâmetro nas avaliações seguintes.

Mas essa não é a única coisa a ser aproveitada com a elaboração de um plano de manutenção preventiva. Ele também está diretamente relacionado à redução de custos com manutenções e com ações desnecessárias — como procurar saber constantemente quais são os indicativos de alta performance de uma máquina.

Esse documento é essencial, portanto, para servir de orientação aos profissionais e gerar economia de tempo e mais produtividade em sua empresa.

Como funciona a elaboração de um plano de manutenção preventiva?

O plano de manutenção preventiva não é difícil de fazer, apenas trabalhoso. Afinal, todos os equipamentos serão analisados, verificados e seus respectivos índices mensurados para obter dados fundamentais para as próximas manutenções programadas.

Nesse documento deverá constar:

  • As necessidades levantadas pela equipe de produção;
  • As necessidades apontadas pelos profissionais de manutenção;
  • Os dados históricos de cada equipamento e respectivos componentes;
  • A descrição de ações relacionadas a cada uma das máquinas.

Essas ações devem ser elaboradas com clareza e objetividade, como um verdadeiro descritivo. Não se trata de um diálogo, portanto, apenas o passo a passo de cada etapa do processo.

Isso vai servir tanto para ações no curto quanto no médio e no longo prazo, já que existem medidas que devem ser tomadas para reparar algo e, outras, que deverão ser realizadas com uma periodicidade específica para manter a alta performance dos equipamentos.

Até por isso, existem ações específicas que devem ser levadas em conta, e que são utilizadas tanto na gestão de uma manutenção preditiva quanto na de uma manutenção preventiva.

Quais são as ações de uma manutenção preventiva de alta performance?

De acordo com o que prega a Norma ABNT NBR 5462/1994, manutenção preventiva é “(…) Efetuada em intervalos predeterminados, ou de acordo com critérios prescritos, destinada a reduzir a probabilidade de falha ou a degradação do funcionamento de um item”.

Nisso, concentram-se atividades diversas que podem — e devem — fazer parte do documento final de seu plano de manutenção preditiva. Entre as principais, podemos citar as seguintes, cujo foco é a prevenção de falhas ou panes diversas:

  • Inspeções;
  • Reajustes;
  • Substituição de itens e componentes;
  • Limpezas;
  • Lubrificação;
  • Aperto de regulagem de componentes.

Entre outras. Afinal, o ideal é manter a alta performance dos equipamentos, e só se tem o índice ideal de cada equipamento a partir da elaboração de um eficiente plano de manutenção preventiva.

E então, deu para entender a importância de um plano de manutenção preventiva e como aplicá-lo para obter alta performance em seus equipamentos? Agora, para você avaliar com ainda mais clareza os benefícios desse processo, acesse o nosso Diagnóstico de Manutenção Preditiva!

 

Open

Solicite um Orçamento