Muitos encaram como gasto, mas a manutenção, sobretudo no setor industrial, deve ser vista como um investimento.

Bem diferente do que um “mal necessário”, como alguns podem pensar, um programa de manutenção é um investimento na capacidade industrial da empresa, uma vez que rotinas de manutenção preditiva contribuem para o aumento da vida útil das máquinas, entre outros benefícios.

Todo ponto de vista é apenas a vista de um ponto, já diria o ditado. Para adotar uma estratégia vinculada à manutenção preditiva é preciso virar a chave, e essa mudança de mindset é alcançada de forma gradual.

Neste texto, você vai conhecer alguns argumentos que reforçam o fato de que, sim, manutenção é investimento.

Saiba qual a melhor forma de justificar investimentos em manutenção preditiva

Sabe-se que investir em manutenção não é uma conta barata. Seja na aquisição de um novo método de gerenciamento de manutenção ou no estabelecimento de um programa de manutenção preditiva, as cifras do investimento são altas.

Contudo, fazer a manutenção de uma máquina antes que ela quebre é muito mais vantajoso do que realizar o conserto ou a troca do maquinário – saiba mais sobre as diferenças entre manutenção preditiva e manutenção de ocasião aqui.

Manter uma rotina de inspeção de manutenção sazonal, acompanhando o desempenho e o funcionamento dos equipamentos, possibilita que a equipe previna quebras e estimule a produtividade – uma vez que o tempo de parada diminui.

Menos máquinas paradas e por menos tempo. O retorno sobre o investimento, levando em conta as rotinas de manutenção preditiva, é mais um fator que comprova: manutenção é investimento.

Mediante um programa de manutenção preditiva, o aumento do ROI (retorno sobre o investimento) é questão de tempo. Isso tem a ver com o maior custo benefício de um programa de manutenção mais eficiente, como o caso da manutenção preditiva, em comparação a outros métodos corretivos.

Abaixo, vamos pontuar algumas dicas para ajudar você a encontrar argumentos que justifiquem o investimento em manutenção preditiva como um pensamento a longo prazo, e não um gasto a mais que vai onerar as finanças da empresa.

Reúna dados e estatísticas sobre o quadro atual

Antes de traçar qualquer comparativo para ponderar o custo benefício de uma nova solução, é essencial juntar os dados e amostras disponíveis.

Qual a capacidade produtiva atual? Qual a eficiência dessa produção? Quantas paradas o setor produtivo apresentou nos últimos meses?

Ao reunir o maior número possível de dados, fica mais fácil de estabelecer um panorama sobre a situação atual – que também possibilita fazer algumas estimativas considerando a aquisição de uma nova solução vinculada à manutenção.

Recorra aos cálculos

Para evidenciar o custo benefício de uma solução de manutenção preditiva, nada melhor do que recorrer aos cálculos. Afinal, números não mentem – e são bem atrativos aos olhos dos gestores.

Rascunhando algumas contas simples, que relacionam a diminuição do tempo de parada com o aumento da produtividade, é possível justificar que um programa de manutenção preditiva vale muito mais a pena do que a falsa noção de economizar a curto prazo, lidando com eventuais imprevistos ao longo do percurso.

Fale sobre a relação custo benefício!

Para entender as vantagens de uma rotina de manutenção preditiva é preciso pensar um pouco mais à frente.

Ao antecipar a manutenção de uma peça e prevenir o problema antes que ele aconteça, você está deixando de gastar para lucrar mais na frente, quando o tempo de parada vai diminuir, dando maior vazão à produção, aumentando a rentabilidade e o valor agregado da empresa no mercado – com base em uma entrega consistente e de qualidade.

Mas um programa como esse só se comprova eficiente se executado por profissionais especializados.

Do diagnóstico dos problemas ao planejamento do programa de manutenção preditiva, a MMTec conta com uma equipe técnica de especialistas capacitados para melhorias em projetos industriais.

Fale com nossos especialistas e aproveite para solicitar um orçamento.

Open

Solicite um Orçamento