A inspeção de equipamentos e ferramentas nada mais é do que a checagem preventiva de ambos, e apesar de serem procedimentos relativamente simples, são indispensáveis para auxiliar na produtividade de uma empresa. Verificando-os, você garante a eficiência do trabalho, aumenta a vida útil das máquinas, e principalmente, garante a segurança das operações antecipando possíveis acidentes.

Por isso mesmo, ela é uma parte programada de cada tarefa, já que detalhes podem causar grandes danos materiais e ao trabalhador, seja um martelo que esteja frouxo ao cabo, uma furadeira em mal funcionamento, etc. O mesmo vale para máquinas e outros métodos de trabalho. Ou seja, a inspeção é simplesmente a observação detalhada das ferramentas, máquinas e equipamentos.

Como é feita a inspeção de ferramentas?

Cada equipamento e ferramenta possui suas particularidades, e, portanto, é imprescindível que cada profissional conheça a fundo como o instrumento de trabalho funciona No entanto, há algumas recomendações básicas:

  1. Não improvisar ferramentas e dar funções impróprias a elas.
  2. Não usar ferramentas em mau estado ou com aparente defeito. Procure substituí-la ou repará-la.
  3. Não carregar ferramentas nos bolsos.
  4. Conservar ferramentas e guardá-las em locais seguros.
  5. Não trabalhar com ferramentas elétricas caso esteja com a mão molhada.
  6. Evite puxar fios elétricos, arrastá-lo pelo chão, ou fazer qualquer movimento que force-o.

É comum que o trabalhador adote uma planilha (checklist) com todos os itens que serão conferidos durante o procedimento. Assim, ele vai assinalar os itens que estão em boas condições de uso, assim como aqueles que precisam de manutenção.

Ao identificar o problema, o trabalhador deverá comunicar ao profissional responsável sobre o ocorrido, e este deverá tomar as providências para o reparo o mais rápido o possível.

E a inspeção dos equipamentos?

Os equipamentos, dependendo do ramo de atuação da empresa, muitas vezes necessitam de um profissional capacitado, já que estes possuem um nível de complexidade maior. Nestes casos, um técnico de inspeção de equipamentos é o ideal, pois ele acompanha, participa e executa serviços de manutenção e inspeção de equipamentos, instalações e sistemas, assim como realiza estudos sobre a viabilidade técnica deles.

  1. será o responsável por zelar pela integridade estrutural e segurança operacional de diversos sistemas, sejam dutos, vasos, torres, reatores, trocadores de calor, e outras instalações. Para isso, ele é capacitado a realizar ensaios destrutivos, testes de pressão, calibração de instrumentos de inspeção, cálculo de taxa de corrosão e definição da vida residual dos sistemas.

No entanto, há algumas normas e procedimentos de segurança para qualquer funcionário:

  1. Não operar qualquer tipo de equipamento a menos que esteja autorizado e qualificado.
  2. Ser cauteloso e procurar manter a atenção ao executar as atividades.
  3. Relatar qualquer irregularidade.
  4. Utilizar EPIs determinados a sua atividade.
  5. Faça avaliações ao verificar os itens presentes na máquina.
  6. Jamais danifique as proteções das máquinas por qualquer razão.

 

Por que essa prática é tão importante?

É comum que os próprios funcionários negligenciem a inspeção acreditando que isso aumenta a eficiência do seu serviço, muitas vezes alegando que “não há tempo para realizar o procedimento”. No entanto, é importante conscientizar o trabalhador de que a inspeção deve fazer parte da rotina de trabalho antes de começar a operar a ferramenta ou a máquina, e, portanto, deve ser diária.

Como dito anteriormente, o cuidado na inspeção de equipamentos e ferramentas de trabalho identifica riscos que podem se transformar em acidentes, o que também acarreta em perda de produtividade. Afinal, a médio prazo acaba sendo mais vantajoso um equipamento ou ferramenta estar na manutenção preditiva para assegurar as perfeitas condições de uso, do que realizar uma manutenção posterior, que demandará mais tempo e custos que poderiam ser evitados.

Além disso, mais valoroso do que as máquinas e equipamentos são as próprias pessoas, já que nada é mais importante do que a integridade física dos trabalhadores. Há muitos casos em que o trabalhador sofre danos irreversíveis como a amputação de um membro, sendo que muitos destes acidentes poderiam ser evitados com uma simples inspeção.

A manutenção das ferramentas e dos equipamentos são de responsabilidade da empresa, porém, a inspeção é de responsabilidade do trabalhador.

Clique aqui e baixe nosso E-book Guia sobre manutenção preditiva!

Como escolher o Fornecedor certo para sua Manutencao Preditiva

Open

Solicite um Orçamento